Pesquisar este blog

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Motorola RAZR I... Você já ouviu falar?


Olá Pessoal!

Hoje vou fazer um post diferente. Não é um review, são apenas minhas impressões sobre este aparelho. Também vou defendê-lo um pouco, vocês vão entender o porquê nas linhas que seguem. Demora um pouco pra ler, mas tenho certeza que sua opinião vai mudar a respeito deste aparelho, se é que você tem alguma opinião sobre ele...

Em 2010 eu adquiri um Sony-Ericsson XPeria X10. Excelente aparelho, de verdade! Não era top de linha, mas serviu muito bem a mim em todos os aspectos por 2 anos, quando percebi que ele não mais iria acompanhar as novas tecnologias, ficando estagnado no Android 2.3.3. Havia planos de uma versão não oficial endossada pela Sony junto com os desenvolvedores do Cyanogen Mod, mas o desenvolvimento desta versão de Android parece vir se arrastando desde então e eu ficando para trás tecnologicamente, coisa que todo e qualquer profissional de informática não aprecia nem um pouco.

Então, no final de 2012, mais especificamente no dia de meu aniversário, eis que recebo um e-mail do Submarino oferecendo produtos com um desconto especial. A promoção somente valia naquele dia e dentre os produtos oferecidos estava o Motorola RAZR I. Não pensei duas vezes, e, por R$ 899,00, adquirir meu mais novo "brinquedo". Hoje vejo que fiz o melhor negócio de minha vida (dê uma olhada por aí e saiba quanto custa, hoje, este aparelho).

O Motorola RAZR I não é considerado um aparelho Top de linha. Ele é apresentado como um meio termo, em outras palavras, ele é "menos que o Galaxy S3", considerado por muitos o mais poderoso e badalado dispositivo Android do momento, mas será mesmo?

Para quem não sabe, o RAZR I não tem esse "I" por acaso, ele é um dos primeiros Smartphones do mundo com processador Intel, uma variação do Atom, aquele mesmo que você provavelmente tem no seu NETBook rodando o Windows e gerenciando dezenas de tarefas preemptivamente. A versão existente no celular é a Atom Z2460, conhecida como "Penwell Medfield Platform". Ele é o primeiro smart da Motorola a ser fabricado com essa arquitetura diferenciada, conhecida no meio especializado como "Conjunto de instruções x86", a mesma arquitetura encontrada na grande maioria dos computadores da atualidade!

Indo um pouco na contramão dos outros aparelhos atuais, o processador Atom do RAZR I tem apenas um núcleo, mas essa "desvantagem" é compensada com duas "coisinhas" que só a Intel poderia oferecer. Primeiramente o processador tem um clock de 2GHz, e em segundo lugar, tal como seus irmãos maiores, o Atom Z2460 faz uso da tecnologia Hyper Threading.

O clock elevado é um dos mairoes do mercado, se não for o maior mesmo atualmente. Juntando isso à tecnologia HT, tem-se um smartphone poderoso, que não deve absolutamente nada aos concorrentes em termos de performance. Pode sem dúvida ser comparado ao Galaxy S3 e até mesmo ao iPhone, mesmo não sendo um smartphone "top". Outra vantagem do Atom Z2460 é que por não ter múltiplos núcleos, ele dissipa menos calor e consequentemente gasta menos energia.

Por falar em energia, alguns reviews por aí tem reportado que o RAZR I tem uma bateria "fraca". Discordo plenamente disso! Sim, a bateria pode até durar pouco, mas isso é totalmente relativo. Não é problema do aparelho. Com uso intenso ela tem de durar pouco mesmo, mas em stand-by, com wi-fi, 3g, Bluetooth e GPS desligados, a bateria dura mais que 3 dias.

Eu, por exemplo, estou testando nestemo mento o meu RAZR I. Ele já está há 3 dias e 22 horas sem precisar recarregar e ainda tenho 32% de bateria para torrar. Pra mim isso é perfeito! Se ele durasse no máximo 1 dia inteiro com uso intenso (tudo ligado + jogos pesados rodando) seria o supra-sumo do consumo reduzido, não acha? E, pelo andar da carruagem, é isso que vai acontecer...

Não se pode falar em consumo de bateria sem falar sobre o iPhone. Conheço pessoas que o têm e andam com o carregador pra lá e pra cá, e ninguém reclama que tem de ficar carregando o telefone. Só porque é um Android o pessoal fica achando um absurdo a bateria "durar pouco". Mesmo assim, como eu falei, a bateria do RAZR I tem duração muito boa.

O aparelho também não tem Rádio FM ou TV digital, mas muitos não tem! Isso não me faria reduzir a pontuação do RAZR I de forma alguma. Existem aparelhos e aparelhos e você tem de adquirir um que se encaixe nas suas necessidades. Se você quer ver TV ou ouvir Rádio no celular, existem outras opções bem mais em conta, mas não se pode querer tudo. O RAZR I é extremamente potente e isso você não consegue em um telefone com TV e/ou Rádio FM. Eu pelo menos desconheço.

Queria abrir um parêntese aqui: hoje, dia 12/02/2013, resolvi testar um APP chamado FM Rádio, o qual promete habilitar o rádio FM em alguns aparelhos da Motorola, incluindo o RAZR I. Não estava botando muita fé nisso, achava que era algum tipo de stream pela internet. Pois até agora estou aqui abismado! Realmente o tal APP funciona! Ele habilita o uso do rádio FM no RAZR I de forma perfeita! Eu até agora não sei como isso funciona, mas vou descobrir. O link para o APP é este: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.motorola.fmradio. Até então eu não tinha testado o fone de ouvido e o não podia opinar sobre sua qualidade. Agora, como fui obrigado a usar o fone por causa do FM rádio eu posso dizer que a qualidade do som é bem legal, com graves e agudos bem definidos. Portanto se você não ia comprar este telefone porque ele não tem rádio FM, agora você tem mais um motivo para comprá-lo!

Outros reviews alertam sobre a arquitetura diferenciada (x86) e a compatibilidade com aplicações do Google Play. Quero explicar uma coisa sobre isso: As aplicações normais, cerca de 99,99% delas, são aplicações feitas para rodar no Android, o Sistema Operacional. O Atom Z2460 é o processador.

O Android é o software e o Atom Z2460 faz parte do hardware do aparelho. Pensando em camadas, imagina uma pilha de caixas. A "caixa" Atom Z2460 está mais embaixo e colocada diretamente sobre o chão. Logo acima da caixa do Atom Z2460 vem a caixa do Android, e acima da caixa do Android vêm as caixas das aplicações. Nessa analogia, a compatibiliade ocorre sempre da caixa mais acima com a caixa que vem logo abaixo, sendo assim, o Android tem de ser compatível com o Atom Z2460 e as aplicações têm de ser compatíveis com o Android. O que pode acontecer de incompatibilidade é se você tentar usar alguma aplicação que tente se comunicar diretamente com o hardware do telefone, pulando a "caixa" do Android. Nesse cenário sim, pode haver problemas, mas acho que deu pra perceber que este "pulo" entre "caixas" não é algo comum. Portanto, o RAZR I é compatível com 99,99% das aplicações atualmente, incluindo jogos pesados.

Outro ponto que alguns reviews condenam é a câmera do RAZR I. Dizem que é de baixa qualidade e tal, mas isso não é totalmente certo. Tirei algumas fotos e gravei alguns vídeos com condição de luminosidade limitada e tanto as fotos como os vídeos (inclusive os 1080p) foram gravados muito bem, obrigado! É claro que você não pode comparar a câmera deste aparelho com uma câmera de um celular da Sony, Nokia ou HTC, com lentes Carl Zeiss, mas se você quer um aparelho com uma câmera regular que tire fotos legais e faça vídeos em 1080p sem se preocupar com bobagens infinitesimais na imagem, então o RAZR I é perfeito para você.

A câmerar frontal dele é VGA (0.3MP) e por isso a qualidade não é boa, mas lembre-se que a câmera frontal é para video-conferência. Você realmente precisa de uma câmera frontal 1080p ou 720p? Existem alguns aparelhos que têm a câmera frontal HD ou Full HD, mas isso é extravagância e você certamente vai pagar bem mais caro por conta disso ou vai perder outras características que possivelmente um aparelho com uma câmera frontal poderosa não vai possuir (desempenho, por exemplo). Se você não precisa que os outros te vejam em HD ou não se importa fazer uma video-conferência usando uma câmera VGA (que é suficiente para isso) então o RAZR I é perfeito para você.

Neste ponto tenho de falar de novo do iPhone. A câmera dele também não é das melhores, mas ninguém enche o saco de quem tem iPhone falando isso porque o iPhone por si só é "símbolo de status". O RAZR I não tem a melhor câmera nem passa 1 semana sem precisar recarregar, mas, se você comparar com aquele que é o top dos tops (iPhone) então o Motorola não fica atrás de jeito nehum.

Sobre o telefone em si, ele realmente é muito bonito e muito bem feito. Pode ser bem comparado aos telefones Android top de linha como o Galaxy S3. A versão do Android preinstalada é a 4.0 (ICS), mas a Motorola já está realizando a atualização do sistema para Jelly Bean (4.1.2) desde março de 2013. Possui parte traseira com revestimento em Kevlar (da DuPont) e tela feita com Corning Gorilla Glass 2. A tela Super AMOLED Advanced é de 4.3 polegadas, tamanho que eu acho excelente. E a borda fina do aparelho o torna um dos mais compactos com uma tela tão grande. O comercial que fala em "Smartphone Tela Cheia" trata justamente disso, só não espere não ver borda alguma em volta da tela útil, isso é virtualmente impossível e tornaria o aparelho muito frágil.

Algumas pessoas falam da resolução da tela do telefone que poderia ser melhor. Estou aqui com ele na minha frente e vejo as cores bem vivas e o contraste muito bom, mesmo com o modo de economia de energia ativado (Smart Actions). A resolução da tela é boa sim. Ninguém vai chegar perto de você com uma lupa pra ver os pixels que são imperceptíveis a olho nu.

A câmera abre em pouco mais de 1 segundo e já fica pronta pra tirar fotos ou filmar. Hoje em dia isso realmente conta bastante, pois você nunca mais vai perder nenhuma cena porque estava esperando a câmera abrir. Há um botão (hardware) para ativação da câmera, mas este não tem dois estágios, o que significa que o foco automático é totalmente automático, isto é, você aperta o botão, a câmera foca sozinha e a foto é batida! Por conta do processador ultrarápido, o foco e a foto são feitos em bem menos que 1 segundo!

O sistema Android foi muito pouco customizado pela Motorola. E não se engane! Isso é bom! Quanto menos customizações tem um Android, melhor.

Pra finalizar, gostaria de dizer que não defendo a Motorola e nem o Android, muito menos a Intel (apesar de que só compro PCs com processadores Intel). Todas as opiniões que eu expressei são minhas mesmo. Se esse aparelho não fosse bom de verdade eu nem ia me dar ao trabalho de escrever este post.

Quero deixar aqui minha leve indignação para com a própria Motorola.... Ela tem um excelente produto nas mãos. Super competitivo e bem feito, mas não está muito interessada em divulgar. O telefone foi lançado no segundo semestre de 2012 e acho que poucas pessoas o conhecem. Fiz o post com este intuito: Conheça o Smartphone com processador Intel.

Quero deixar aqui também minha  indignação para com alguns "fazedores de review" por aí, que olham o aparelho com indiferença e ressaltam suas pequenas desvantagens (câmera, bateria e compatibilidade). Não falando nada ou muito pouco sobre aquilo que realmente ele tem: PODER! Além de custo-benefício excelente!

Se você quer ter um excelente aparelho e não quer pagar um S3 ou iPhone 5 então invista num smartphone com processador Intel. Se não estiver certo ou não acreditar em nada do que eu disse, vá a uma loja e peça pra manusear o aparelho. Você não vai se arrepender!

Até o próximo post...

4 comentários:

  1. Olá Derek,
    Primeiramente parabéns tanto pela aquisição, quanto pelo post, um pouco grande, mas muito completo, estava de olho num desses pra saber como ele seria realmente, agora já sei, muito bom!
    Acho que agora muita gente vai conseguir saber do que exatamente se trata esse aparelho, mais uma vez, parabéns!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro! Realmente me excedi no tamanho do post, sinto muito, mas acho que o aparelho merecia isso. É como eu disse, tenho visto inúmeros reviews que não tratam do aparelho com seriedade. É realmente muito bom. Eu recomendo e realmente acredito que todos deveriam dar uma atenção especial a este aparelho que é especial. Coincidência ou não, há uma meia hora passou um comercial dele na TV, coisa que não via desde o ano passado :) Novamente, foi mal aí pela extensão do post ;)

      Excluir
    2. relaxa, ta tranquilo, o post é muito interessante, bem completo, nesse caso acho ótimo ter um post tão rico de detalhes, pois quem quiser procurar sobre o assunto, vai achar muita coisa aqui, tá ótimo, parabéns! ;)

      Excluir